Nós ligamos Avaliação Gratuita

Voltar

Porque parece ser tão complicado sentirmo-nos bem na nossa pele?

   18/06/2019    

4.90

“Sentir-se bem na própria pele” transformou-se num objetivo comum a muitas pessoas e deu lugar a inúmeras opiniões e estratégias publicadas nas redes sociais, blogues, livros de autoajuda e programas de televisão. Nunca, como hoje, foram oferecidas tantas soluções para atingir este estado de graça e nunca, como hoje, parece ser tão complicado perceber que decisões devemos tomar para o atingir.

 

É bom começar por entender aquilo que para nós significa “sentir-se bem na própria pele”. Pode ser, por exemplo, conseguir manter uma determinada atitude resolutiva perante os obstáculos da vida; manter relações equilibradas com as pessoas que são importantes para nós; conseguir o emprego que realmente nos potencia; ou conseguir uma aparência que revela a nossa verdadeira beleza interior. Quando conseguimos identificar o que num determinado momento da nossa vida é importante para nos sentirmos bem connosco, temos o nosso objetivo identificadoé o primeiro passo.

O segundo passo passa por perceber quais são as opções que temos disponíveis para o atingir e conciliar essas opções com os nossos próprios valores – e é nesse equilíbrio que a decisão mais indicada se revela para nós. Por exemplo: se o que é mais importante para si neste momento é encontrar uma forma de aliviar as marcas da passagem do tempo no seu rosto, então o passo seguinte é perceber quais são as opões que tem disponíveis no mercado. Assim: deve listar as alternativas que lhe são oferecidas para ir de encontro ao seu objetivo. Verá que, neste caso particular, a oferta é imensa e cobre um espectro que vai desde tratamentos de biotecnologia à base de ingredientes totalmente naturais, até à intervenção cirúrgica – mais invasiva-, mas com resultados mais visíveis num curto espaço de tempo.

O terceiro passo passa por conciliar os seus valores pessoais com as alternativas que tem no seu elenco de opções. Continuando com o mesmo exemplo prático: se deseja amenizar as rugas do rosto e é importante para si fazê-lo da forma menos invasiva possível, então tratamentos à base de ingredientes naturais (séruns de biotecnologia ou peelings com vitaminas para hidratar a pele profundamente) são boas opções. Se por outro lado, o que procura são resultados mais rápidos, independentemente de implicar um ato mais invasivo para o seu rosto, então as injeções de ácido hialurónico ou os liftings faciais podem ser mais indicados para o seu objetivo. Este passo é muito importante e deve estar claramente definido por si antes de avançar para o passo seguinte: é ele que lhe vai dar confiança para realizar o tratamento e sentir-se bem com os resultados, independentemente de serem mais ou menos rápidos.

O quarto passo é a procura das pessoas certas para conseguir cumprir o seu objetivo. E a identificação das pessoas certas, passa pela validação de dois fatores essenciais: o conhecimento e know-how da pessoa (ela tem um conhecimento profundo do tema e sabe o que deve fazer?) e a própria missão com que essa pessoa desempenha a sua atividade profissional (se quiser, os seus valores). Também este passo é importante para ter confiança no tratamento que escolher e sentir-se bem com a sua decisão.

O quinto passo passa por, – com a ajuda e o conhecimento do profissional identificado – conseguir conhecer em profundidade as suas próprias características: neste caso prático, o seu tipo de pele, a tipologia de rugas que existem no seu rosto, a sua idade, a forma como o seu estilo de vida influencia a qualidade da sua pele. Ou seja, entender que o seu caso é e será sempre único e aconselhar-se com os profissionais competentes sobre a melhor forma de ser eficaz nos objetivos que pretende.

Verá que, organizando o seu processo de decisão por etapas, esta será mais informada, consciente, confiante e dará um contributo valioso para essa enorme e bela tarefa de “sentir-se bem na sua pele”.

 

Voltar

Clínicas Liberty © 2019 | Política de Privacidade |Política de Cookies | Gestão de Dados Pessoais |Mapa do blog | Contactos