Nós ligamos Avaliação Gratuita

Voltar

Sabe como se travava o excesso de suor no passado?

   08/08/2018    

0.00

Travar o excesso de suor não é uma preocupação dos dias de hoje. Pelo contrário, a transpiração e o odor corporal sempre representaram um grande incómodo para o Homem, a tal ponto que foram inventadas estratégias – algumas bem rudimentares – para travar o suor excessivo.

Bolas de cera perfumadas na cabeça que derretiam lentamente ao longo do dia? Conheça mais alguns truques utilizados pelos Egípcios para camuflar o suor excessivo e o seu odor.

Descubra como as civilizações antigas tentavam travar o excesso de suor

As inquietações com o excesso de suor sempre estiveram presentes ao longo da história.

Já as civilizações antigas tentavam encontrar formas para travar o suor excessivo através de métodos pouco convencionais, através de produtos naturais perfumados.

Descubra as técnicas utilizadas pelas civilizações mais antigas para controlar o odor do suor:

Civilização egípcia

Já levantámos um pouco do véu quanto aos egípcios. As mulheres colocavam bolas de cera perfumadas na cabeça – que iam derretendo – como forma de manter um cheiro agradável durante todo o dia. Uma estratégia brilhante e eficaz, contudo, pouco limpa e (imaginamos nós) pouco cómoda.

Foi esta civilização – uma das mais importantes da história – que inventou uma forma natural de disfarçar o suor, a partir de alfarroba, incensos e mingau (papa de leite e açúcar, engrossada com cereais ou farinha).

Civilização Egípcia

A preocupação com o suor excessivo e a beleza no geral é evidente, por exemplo, com os banhos de leite de Cleópatra, que tinham como objetivo hidratar e renovar a pedesodole.

Os egípcios também foram as mentes por detrás dos banhos perfumados com essências aromáticas. Aliás, após o banho terminar, utilizam as ervas nas axilas para travar o suor nesta zona do corpo. Mais ainda, chegaram a inventar joias que incorporavam materiais aromáticos.

Hoje em dia, quem sofre de transpiração excessiva, seja nas axilas, mãos ou pés, tem à sua disposição métodos bem mais simples e sobretudo eficazes.

Civilização romana e grega: fãs de banhos e perfumes

O costume dos banhos iniciado pelos egípcios foi mantido pelas civilizações romanas e gregas.

Na Grécia e Roma antigas, os perfumes, banhos aromáticos e óleos eram encarados como bens de luxo. Aliás, o primeiro indício de uma perfumaria remonta à época romana. Os banhos diários eram normais, seja por razões religiosas ou sociais.

Os romanos levavam a sério a luta contra o excesso de suor. Ensopavam as suas roupas em perfume, mas também os cavalos e animais de estimação que tivessem por casa.

Já na idade média a mentalidade era outra por causa da influência da igreja na europa. Os banhos eram considerados coisas do demónio e os médicos afirmavam que a água abria os poros e deixava os germes entrar…

Por causa disso, só no início do século XIX, surgiu o primeiro desodorizante e antitranspirante.

A primeira marca de desodorizantes no mercado

Chamava-se “MUM” e foi o primeiro desodorizante que eliminava o cheiro provocado pelas bactérias que se acumulam nas zonas húmidas da pele. A marca sobreviveu e ainda existe no mercado.

Seguiu-se a invenção de um antitranspirantes, apelidado Everdry. Apesar de existirem no mercado, só anos mais tarde os consumidores começaram a incluí-los nas suas rotinas.

Atualmente, a discussão em torno dos seus componentes – como o alumínio – leva muita gente a procurar obter um diagnóstico por forma a encontrar soluções menos químicas e mais eficazes.

Da antiguidade aos dias de hoje

O esforço que as civilizações antigas realizaram ao longo da história mostra bem que o suor excessivo sempre foi alvo de ansiedade e preocupação.

Felizmente, nos dias de hoje é possível eliminar a transpiração excessiva nas axilas e em todas as partes do corpo sem usar os métodos pouco convencionais da antiguidade.

A tecnologia evoluiu e os tratamentos permitem eliminar até 85% da transpiração excessiva. Uma solução bastante eficaz quando os desodorizantes já não cumprem a sua função e o excesso de suor se torna um problema.

Descubra os tratamentos disponíveis para acabar de vez com o incómodo do suor!

 

Voltar

Clínicas Liberty © 2018 | Política de Privacidade |Política de Cookies | Gestão de Dados Pessoais |Mapa do blog | Contactos