Nós ligamos Avaliação Gratuita

Voltar

Saiba o que é a doença do suor e conheça os seus tratamentos

   19/01/2018    

3.50

Transpirar é um mecanismo natural e saudável no corpo humano. A transpiração é composta por 98% de água e pequenas quantidades de sais minerais e é um mecanismo essencial para a regulação da temperatura corporal.

Mas o que é a doença do suor?

A doença do suor, clinicamente chamada de Hiperidrose, caracteriza-se pela transpiração constante e em excesso, podendo aumentar a produção de suor até cinco vezes mais do que o normal.

A Hiperidrose representa uma alteração no sistema nervoso autónomo, que é responsável pela produção de suor no corpo humano. Esta alteração provoca um aumento de secreção nas glândulas écrinas e apócrinas e tem uma maior incidência em zonas como as axilas, mãos, pés e rosto, ou uma combinação destas áreas.

Este problema que, de acordo com estudos realizados, afeta cerca de 5% da população mundial e meio milhão de Portugueses, pode ter um grande impacto na autoestima e confiança do paciente. Situações sociais, tanto pessoais, como profissionais, podem representar um grande problema para as pessoas que sofrem de Hiperidrose. Atos simples como dar um aperto de mão, abraçar outra pessoa ou passear de mãos dadas podem representar momentos de grande embaraço e insegurança.

Mas, somando aos constrangimentos sociais, a Hiperidrose também pode pôr em causa a segurança e saúde do paciente em diversas situações. Conduzir ou usar determinado tipo de sapatos como chinelos, sandálias ou sapatos de salto alto são exemplos de situações de risco para pacientes com Hiperidrose nas mãos e nos pés, respetivamente. Para além disso, outras patologias e problemas dermatológicos como eczemas, infeções fúngicas e dermatite atópica podem estar associados à Hiperidrose, devido à humidade abundante e constante na pele dos pacientes.

Desta forma, para além de ser um problema constrangedor e inibidor, a Hiperidrose é um caso patológico que exige tratamento.

Fale com um especialista e descubra a melhor solução para si! »

 

 

Tipos e causas da Hiperidrose

Existem dois tipos de Hiperidrose – Hiperidrose primária e Hiperidrose secundária.

No caso da Hiperidrose primária não existe uma causa definida, embora se considere que a genética terá alguma influência. Este tipo de Hiperidrose desenvolve-se desde muito cedo, manifestando-se antes dos 25 anos.

Por sua vez, a Hiperidrose secundária, também chamada de Hiperidrose generalizada, pode aparecer em qualquer idade como consequência de outro problema de saúde, da toma de medicamentos ou por situações de desregulação hormonal, como gravidez ou menopausa.

Em ambos os casos, situações de exposição e contacto social que promovam estados de grande ansiedade podem estar na origem de episódios mais agudos de transpiração excessiva. A insegurança e constrangimento podem levar ao aumento da produção de suor, funcionando como um ciclo enervante e constrangedor para o doente.

 

Como saber se sofre de Hiperidrose?

Nem todos os casos de transpiração abundante se traduzem no diagnóstico da Hiperidrose. Em situações de grande stress, gravidez, toma de medicamentos para outras patologias e uma alimentação menos cuidada é possível que o corpo humano desenvolva uma quantidade maior de suor ao longo do dia.

É muito importante fazer-se uma avaliação clínica, analisar as mudanças de estilo de vida e perceber se tem havido uma maior exposição a situações de grande stress, constrangimento ou ansiedade antes de se passar o diagnóstico de Hiperidrose.

 

Existe tratamento para a Hiperidrose?

Hoje em dia existe uma série de tratamentos para acabar com os sintomas da Hiperidrose, dependendo da zona corporal que sofre deste problema.

Hiperidrose axilar

Muitas vezes, situações de transpiração axilar regular são confundidas com a Hiperidrose axilar, apesar do suor não ser tão abundante.  É muito importante que se faça um diagnóstico diferencial entre a transpiração axilar regular e a Hiperidrose, para que os sintomas não sejam confundidos.

Tanto em casos de transpiração axilar regular como de Hiperidrose axilar pode ainda estar associado o odor forte. Esta patologia tem o nome de Bromidrose e não está diretamente ligada a nenhum dos diagnósticos. A Bromidrose diz respeito a situações em que as glândulas écrinas trabalham de uma forma excessiva e pode ser agravada através de uma alimentação menos cuidada, cuidados de higiene deficitários, obesidade, diabetes e estilos de vida sedentários e pouco saudáveis.

No que respeita à Hiperidrose axilar, existe uma série de tratamentos que podem ajudar no combate aos seus sintomas:

  • Cremes e desodorizantes – Apesar de existir uma vasta gama de produtos que prometem ajudar a solucionar o problema, os desodorizantes e cremes apenas vão aligeirar alguns dos sintomas, não sendo uma solução definitiva. Esconder e reduzir os sintomas da Hiperidrose axilar apenas irá resultar até que o corpo se habitue ao composto químico do creme ou desodorizante que está a utilizar.
  • Injeções de botox – Este tratamento deve ser feito com uma regularidade entre 6 meses e 1 ano e melhora, de forma temporária, as situações de Hiperidrose axilar.
  • Tratamento MiraDry® – Esta é a opção mais inovadora para o tratamento da Hiperidrose axilar e é recomentada pela Sociedade Internacional de Hiperidrose. O miraDry® vaporiza, dissolve e elimina as glândulas de suor sem afetar a pele, a gordura ou os músculos. Na maior parte dos casos é aconselhado fazer duas sessões e os seus resultados são permanentes.

 

Hiperidrose das mãos e dos pés

Para situações em que o suor excessivo é situado nas zonas das mãos e dos pés existem também algumas opções de tratamento a avaliar:

  • PalmaDry – Tratamento anti transpiração, clinicamente testado e aprovado pela Sociedade Internacional de Hiperidrose, que assegura a regularização da transpiração das mãos e dos pés até 90%. É composto por sessões de 15 minutos em que é aplicada uma corrente elétrica de baixa intensidade na zona em tratamento que provoca a inação das glândulas sudoríparas da respetiva zona. Os resultados do tratamento são graduais e não produz efeitos secundários.
  • Injeções de botox – Este tratamento também é aplicável a estas zonas e assegura igualmente uma melhoria temporária na Hiperidrose das mãos e dos pés.

     

    Se sofre de transpiração excessiva, este pode deixar de ser um problema. Na Clínica Liberty disponibilizamos várias opções de tratamento para trazer de volta a sua qualidade de vida

Marque uma consulta de avaliação com os nosso especialistas! »

Voltar

Clínicas Liberty © 2018 | Política de Privacidade |Política de Cookies | Gestão de Dados Pessoais |Mapa do blog | Contactos